Fita Crepe de ouro

Na sexta-feira 13 de agosto de 2010, nas dependências da Unisul (Padre Roma) foi realizado o terceiro fita crepe de ouro. Festival que premia os melhores TCC’s do semestre, que são feitos pelos alunos formandos em cinema e vídeo.
A Gargalharte esteve presente em um dos filmes apresentados e concorrentes no festival, o curta “Mais ou Menos” de Alexander Siqueira. Que contou no elenco com os atores Jholl Bauer, Kyel Lima, Adriano Bogo, Gringo Starr e Djeison Baldin, todos do elenco Gargalhartiano.
O Curta foi premiado em três categorias:
Melhor Vídeo
Melhor Filme no juri popular
Melhor Ator (Gringo Starr, interpretando o Pai de Sandro)
Quando anunciados os prêmios foi uma festa e tanta, todos os integrantes da produção do filme que estavam presentes ficaram muito felizes e sairam com um sorriso gigantesco e brilhante estampado no rosto.
O prêmio de melhor ator para Gringo Starr foi uma surpresa, nem o mesmo esperava por isto… Mas mereceu, com honras e méritos Gringo Starr é o melhor ator dos filmes apresentados no fita crepe.
Parabéns Gringão
Gringo Starr, prêmio de melhor ator no Fita Crepe de Ouro

Primeira Campanha politica a Governador 100% sustentável

“Mais do que assumir compromissos, queremos dar exemplos”, disse Ideli Salvatti, candidata à governadora pela coligação A Favor de Santa Catarina, no lançamento da Campanha Limpa a favor do meio ambiente, na terça, 10, em Florianópolis. Acompanhada dos candidatos ao Senado, Cláudio Vignatti e João Ghizoni, Ideli explicou que a campanha majoritária da coligação será monitorada por técnicos de engenharia ambiental e toda a emissão de gases e produção de material da campanha será medida. “A partir deste cálculo, com métodos científicos, faremos o plantio de árvores nativas em todo o Estado para neutralizar o carbono”, explicou. Os candidatos, em ato simbólico, plantaram mudas durante coletiva no comitê de campanha.

Vignatti, candidato ao Senado, destacou que as políticas do Governo Lula têm sido no sentido de fazer os problemas virarem soluções, a exemplo dos projetos que transformam dejetos suínos, que são fontes de energia renováveis.

“A ação não é de marketing e sim de conscientização e responsabilidade com o meio ambiente. Só seremos a 5ª economia do mundo e a 1ª em distribuição de renda com projetos de sustentabilidade. Esta é a nossa proposta para Santa Catarina no Senado”, destacou. Vignatti ainda afirmou que quando for eleito senador vai protocolar projeto de Lei, tornando obrigatória a compensação de dióxido de carbono para todas as campanhas eleitorais.

De acordo com Ideli, que foi presidente da Comissão de Assuntos Climáticos no Senado, a coligação A Favor de Santa Catarina já previu no próprio orçamento de campanha os gastos com a preocupação ambiental. “Nós queremos trabalhar sempre na ótica da sustentabilidade, na campanha e no governo”, afirmou.

João Ghizoni, também candidato ao Senado, enfatizou que o Governo Lula adotou, por exemplo, a idéia da Copa Limpa, para a Copa de 2014 no Rio de Janeiro. “São práticas que temos que incorporar no cotidiano dos governos”, disse Ghizoni.

Deverão ser plantadas durante a campanha, em áreas de risco, áreas degradadas e públicas, mais de cinco mil mudas de árvores nativas. Ao final da campanha, os candidatos prestarão contas sobre o plantio.

Todo desenvolvimento do estudo cientifico, plantio das mudas e a certificação serão realizados pela Idea Consult que foi contratada pelo comitê de campanha estadual do PT de Santa Catarina.