Um grão de areia de cada vez

Pense na sua vida como se fosse uma ampulheta. Voce sabe que há milhares de graos de areia no alto da ampulheta, e esses grãos passam lenta e regularmente pelo estreito canal que há no meio. Nada que pudessemos tentar , faria com que mais de um grão de areia passasse por esse estreito canal sem estragar a ampulheta.

Quando começamos pela manhã, temos centenas de afazeres que devemos realizar naquele dia, e se não fizermos lenta e regularmente como os graos de areia diante da empulheta, estaremos destinados a romper com nossa própria estrutura fisica e mental.

Estamos no limite de duas eternidades : o vasto passado que se foi para sempre, e o futuro que se estende no tempo. Não podemos viver numa ou noutra no mesmo instante, se tentarmos fazer isso, arruinaremos nosso corpo e nosso espírito.

Robert louis Stevenson dizia: ” Todos podem realizar o seu trabalho, por mais arduo que seja durante um dia. Qualquer um pode viver doce, paciente, amorosamente e puramente até o por do sol. E isso é tudo o que a vida realmente significa.”

Um grao de areia de cada vez…uma tarefa de cada vez….

Desconheço o autor.