Desfile Cívico abriu comemorações da Independência

Desfile Cívico abriu comemorações da Independência

Evento foi realizado no domingo (30) e envolveu aproximadamente 15 mil pessoas

A Avenida Elza Lucchi, no bairro Ponte do Imaruim, o maior de Palhoça, ficou pequena para acomodar o público no último domingo (30). Segundo a Polícia Militar, cerca de 15 mil pessoas passaram pelo evento, entre civis e militares.

De acordo com a Secretaria Municipal de Educação, desfilaram 63 instituições, somando 5 mil participantes, entre estudantes, militares e representantes de entidades civis, ao ritmo de onze bandas militares e civis. Os números em 2015 superam os anos anteriores.

Pelos cálculos do comandante do 16º Batalhão de Polícia Militar de Palhoça, coronel Áureo Sandro Cardozo, cerca de 15 mil pessoas assistiram ao desfile, que teve início às 9h com a apresentação do “Fogo Simbólico” e a saudação à Bandeira Nacional, função delegada ao pelotão da Base Aérea.

O comandante explicou que a Polícia Militar tem uma maneira de calcular o número de pessoas em atos cívicos, como o desfile de 7 de Setembro. De forma generalizada, cada participante diretamente envolvido no desfile atrai pelo menos mais duas pessoas.

Os 30 policiais destacados ao longo da Avenida Elza Lucchi e suas transversais se ocuparam apenas com atividades relativas ao trânsito e não ouve registro de ocorrência. “Foi um grande acontecimento cívico, que envolveu um grande número de pessoas, com o único objetivo de comemorar a importante data”, afirmou o coronel Áureo.

Logo após a saudação à Bandeira e apresentação do Fogo Simbólico, o prefeito Camilo Martins fez um breve pronunciamento, contextualizando a situação de Palhoça no cenário regional e a importância para Santa Catarina, por sua vocação voltada ao desenvolvimento. Citou que, embora o momento delicado que o país atravessa, o que dificulta o crescimento, Palhoça continua se destacando na economia, atraindo investidores e empreendedores.

Também refletiu sobre a importante fase de investimentos em obras em todas as áreas, principalmente em educação, saúde e mobilidade urbana, setores em que a Prefeitura está aplicando cerca de R$ 40 milhões. Só na construção da Avenida das Torres um investimento de R$ 10 milhões, para o asfalto dos corredores de ônibus os recursos de R$ 20 milhões já estão assegurados e outros serviços somam mais R$ 10 milhões. O prefeito revelou que as escolas municipais estão recebendo ar condicionado, o que vai facilitar o aprendizado e melhorar as condições de trabalho dos educadores.

63 INSTITUIÇÕES CIVIS E MILITARES

Dentre as 63 instituições que participaram do desfile, destaque para as escolas da Rede Municipal de Ensino, quatro escolas estaduais estabelecidas no município, pelotões da Polícia Militar, da Polícia Militar Ambiental, Base Aérea, Corpo de Bombeiros, Exército, Marinha, do Rotary Club, Lions, faculdades do município, como a Faculdade Municipal de Palhoça.

Para a secretária de Educação, Shirley Nobre Scharf, o desfile antecipado de 7 de setembro superou todas as expectativas. Segundo comentou, a expressiva participação dos munícipes, o empenho com que as crianças e adultos desfilaram, o brilho nos olhos de cada participante, revela o civismo dos brasileiros. “Apesar de tudo, das notícias negativas, o brasileiro, o palhocense, ainda acredita no Brasil e, principalmente, no nosso município”, afirmou a secretária.

Baby Espíndola
3279-1812

Comunicação / Prefeitura de Palhoça

Todas as matérias e fotos da comunicação da Prefeitura Municipal de Palhoça são de domínio público, desde que conservados os créditos.

Fotos: Nagib de Pieri