Operação Cidade Limpa no bairro Ponte do Imaruim

As equipes da Sesp fazem a limpeza da canalização de drenagem, desassoreamento de valas, roçam, recuperam a pavimentação das ruas e fazem pintura das vias.

Equipes da Secretaria Municipal de Serviços Públicos estão agindo no bairro Ponte do Imaruim, realizando obras de revitalização. A Operação Cidade Limpa, iniciada há uma semana, deve ser concluída nos próximos dez dias no primeiro bairro beneficiado. Os mesmos serviços estão previstos para o restante da cidade.

O cronograma de obras, objeto da Operação Cidade Limpa, deverá beneficiar várias comunidades. Segundo o prefeito, a ideia é realizar obras de mobilidade urbana ? como a Avenida das Torres, em andamento, e os corredores de ônibus, com financiamento de R$ 20 milhões do BADESC, cujos processos licitatórios estão sendo executados e preservar a malha viária existente, cuidando, também da conservação de outros serviços comunitários.

"É isso o que estamos fazendo. Enquanto a Secretaria de Serviços Públicos trata da manutenção, conservação das ruas, da drenagem e faz outros serviços, a Secretaria de Infraestrutura desenvolve os projetos de mobilidade. Assim, estamos melhorando nossa cidade, o que significa mais qualidade de vida à população", disse o prefeito Camilo Martins.

Serviço completo

Na Ponte do Imaruim, enquanto uma equipe se dedica à rede de drenagem, com um caminhão hidrojato para desobstruir a tubulação, outros funcionários executam trabalhos de roçagem, capina e pintura do meio fio e de postes. Ao mesmo tempo, ocorre a recuperação da pavimentação.

Ainda na região do bairro Ponte do Imaruim, a Secretaria de Serviços públicos está fazendo o desassoreamento de canais e valas, uma atividade preventiva para evitar inundações pontuais.

Para o secretário de Serviços Públicos, Edson Ghizoni, trata-se de um "serviço completo, para melhorar a infraestrutura, as condições de passeio e aparência do bairro".

Baby Espíndola
Comunicação / Prefeitura de Palhoça
3279-1812

Prefeito assina lei que institui políticas de fomento à Economia Solidária

O prefeito Camilo Martins assinou, na última sexta-feira, 4, o decreto de lei que institui a Política de Fomento à Economia Solidária no município. O objetivo é promover o desenvolvimento de grupos organizados autossustentáveis e suas práticas. A assinatura ocorreu durante a edição de setembro da Feira de Economia Solidária, que expõe para comercialização peças de artesanato e produtos coloniais produzidos por empreendimentos sociais da região. “Estamos unindo esforços para buscar a integração e a valorização dos empreendimentos sociais. Trata-se de uma iniciativa que visa fortalecer as ações desenvolvidas por estes grupos”, afirma o prefeito Camilo Martins.

A nova lei contribui também para a formação de redes de colaboração que integram grupos de consumidores, produtores e prestadores de serviços que atuam no mercado solidário. “A partir de agora, nossas iniciativas passam a ter maior visibilidade. A Prefeitura de Palhoça, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, já atua como parceira do Fórum de Economia Solidária e este decreto só formaliza esta parceria”, conta a coordenadora do Forum em Palhoça, Genesis Duarte.

De acordo com o secretário municipal de Assistência Social, Adriano Mattos, o próximo passo é criar o Conselho de Economia Solidária com a participação de integrantes do poder público municipal e dos empreendimentos sociais.

Jonathas Cesário
Comunicação / Prefeitura de Palhoça
3279-1775

wpid-img-20150904-wa0008.jpg

wpid-img-20150904-wa0011.jpg

wpid-img-20150904-wa0010.jpg